PPGI | (92) 3305-1181 Ramal 1193 / (92) 99128-5875 |

 

O Programa de Pós-Graduação em Informática da UFAM (PPGI/UFAM) foi criado em 2001, sendo reconhecido/credenciado pela CAPES em 2003. Em 2007, o PPGI foi elevado ao nível 4 da CAPES e em 2008 foi criado o curso de doutorado. Na avaliação trienal da CAPES (2010 – 2012), o PPGI/UFAM teve excelente avaliação em todos os itens, e foi recomendado para o nível 5. Na última avaliação quadrienal da CAPES (2013 – 2016), o PPGI/UFAM manteve seu nível 5. Vale ressaltar que este é o primeiro Programa de Pós-Graduação na área Computação do norte do país e é o único da região que possui nota 5 na CAPES.

O corpo docente do PPGI/UFAM é composto por professores pesquisadores de destaque no cenário nacional e internacional, dentre os quais são bolsistas de produtividade PQ e DT do CNPq.

O programa conta com alunos de mestrado e de doutorado, tendo formado até o presente momento mais de 285 mestres e mais de 31 doutores. Os mestres e doutores em Informática formados pelo PPGI/UFAM trabalham em institutos de pesquisa e desenvolvimento, empresas de tecnologia e universidades na região norte e em vários lugares do país e do mundo.

A quantidade de alunos ingressantes é variável, dependendo da avaliação dos candidatos e da capacidade de orientação dos professores do programa. Em média têm ingressado no curso 30 alunos de mestrado e 18 alunos de doutorado. Anualmente, há um processo seletivo para ingresso no mestrado e dois processos seletivos para ingresso no doutorado.

Os objetivos do Programa de Pós-graduação em Informática da Universidade Federal do Amazonas (PPGI/UFAM) são:

  1. Proporcionar a formação em nível de mestrado e doutorado na área de Informática, de docentes e técnicos de instituições de ensino e pesquisa, principalmente situadas na região Norte;
  2. Atender à forte demanda por profissionais capacitados para Pesquisa e Desenvolvimento em informática na região, sendo tal demanda gerada, principalmente, pelas necessidades de pesquisas em tecnologia da informação de diversas empresas e institutos de tecnologia sediados na Zona Franca de Manaus;
  3. Fomentar na região o estabelecimento de programas de pesquisa e desenvolvimento em informática, através da capacitação de pessoal local para estas atividades, criando assim condições indispensáveis para a formação ou fortalecimento de grupos de pesquisa;
  4. Desenvolver novas tecnologias, ou formar pessoal capacitado para tanto, que possam ser incorporadas por empresas e por outros segmentos da sociedade visando a geração de riqueza e bem estar social no país;
  5. Estabelecer entre os docentes e técnicos das instituições uma cultura de valorização de capacitação contínua para o exercício de suas funções;
  6. Estimular o intercâmbio com instituições locais, nacionais e internacionais, de forma a contribuir para elevação do nível de qualidade do ensino superior e da pesquisa na região norte.
  7. Fomentar a criação de empresas de base tecnológica voltadas à área de tecnologia da informação na região, incentivando a criação de uma indústria com potencial para a geração de empregos de alta qualidade e de baixo impacto ao meio ambiente.

Produzido por :